Como contornar os riscos da Salmonella

Por : | 0 Comentários | On : 4 de fevereiro de 2015 | Categoria : Geral

Salmonella

Hoje em dia tudo ficou muito chato: as festas precisam acabar cedo, o som precisa ser baixo, o politicamente correto acabou com as piadas, a preocupação com a saúde e o corpo condenou diversos pratos e p%##@ da salmonella acabou com a maionese caseira!

Entre 1999 e 2008 morreram no Brasil 22 pessoas infectadas pela Salmonella, isso dá uma média de 2,4 pessoas por ano. Somente como comparação existem estatísticas que mostram que mais de 450 pessoas morrem por ano no mundo ao cair da cama durante o sono, fazendo uma proporção direta com a população brasileira chegamos a 12 mortes por ano no Brasil por este motivo, 5 vezes mais que as mortes por Salmonella. Tem mais, cerca de 4 brasileiros morrem todos os anos atingidos por um coco na cabeça e outros 80 atingidos por raios. Tudo mata mais que a temida Salmonella!

Sem querer diminuir os riscos ligado à contaminação de alimentos, o fato é que a paranóia é geral e encontrar o meio termo parece ser o segredo de uma vida saudável e feliz. Não estou pregando que devemos esquecer os cuidados básicos de higiene e comer qualquer coisa em qualquer lugar, porém deixar de experimentar uma comida típica durante uma viagem porque o local não parece tão limpo ou não comer um ovo com a gema mole ou um belo bife mal passado é algo impensável, ao menos para mim.

Como contornar os riscos da Salmonella?

A princípio ou você enfrenta as estatísticas (e corre o risco) ou deixa de comer determinados alimentos em determinados lugares.

Por sorte ainda existe uma alternativa que você pode usar em casa para curtir o seu bife mal passado ou a sua maionese caseira sem arriscar a sua saúde. Basicamente o que você precisa fazer é pasteurizar os alimentos antes de consumi-los e provavelmente você já ouviu falar em pasteurização. Esse método reduz a quantidade de organismos nos alimentos a níveis seguros para o consumo. O que talvez você não saiba é que é possível pasteurizar praticamente qualquer alimento, inclusive carne e ovos sem que precise cozinhá-los completamente. A técnica que permite isso é conhecida como sous vide, uma expressão francesa que significa à vácuo. Basicamente o alimento a ser pasteurizado é cozido a uma temperatura muito baixa e por muito tempo, isso elimina os organismos indesejados alterando minimamente as propriedades do alimento que permanece praticamente cru.

Abaixo eu deixo o link para dois post que detalham como pasteurizar carnes e ovos.

Como pasteurizar ovos sem cozinhá-los

Como pasteurizar carnes sem cozinhá-las

Para que tiver curiosidade coloquei abaixo uma imagem que encontrei na Internet (original do portal g1.globo.com) e que explica bem o ciclo da Salmonella:

Slamonella

Share This Post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE