Sour cream, Creme azedo ou chantilly com limão?

Por : | 0 Comentários | On : 22 de setembro de 2013 | Categoria : Faça em casa

Sour cream

Muito usado na Europa e nos Estados Unidos, o creme azedo ou Sour Cream é quase desconhecido por aqui. Na verdade, só encontrei uma ou duas vezes em alguns empórios. Se não encontramos pronto só nos resta fazer em casa!

Na internet você encontramos diversas receitas de creme azedo, todas cópias (versões) de uma mesma receita. Isso é uma das coisas que muito me entristecem na internet brasileira: a falta de originalidade. As pessoas simplesmente copiam o que uma pessoa disse sem ao menos se dar ao trabalho de pensar sobre o assunto.

Desabafo feito, precisamos combinar que creme azedo ou sour cream é um laticínio (produto derivado do leite) obtido a partir da fermentação do creme de leite. A receita encontrada em vários blogs na internet é na verdade uma substituição do sour cream original. Sendo honesto, substitui muito bem. Porém, sou purista (chato) e não posso deixar de falar sobre as diferenças. Assim, cada um pode escolher se quer comer sour cream ou um chantilly com limão.

Vamos entender melhor: a receita mais comum no Brasil é a seguinte (claro com pequenas variações ao longo da internet):

  • 200g ou uma xícara de creme de leite fresco
  • suco de 1 limão
  • sal

Basicamente você mistura tudo e bate manualmente ou com uma batedeira. Na receita brasileira original os ingredientes eram apenas misturados e deixados em um local morno. Com isso, o creme começava a azedar e ganhava volume. Como você usou limão, que azedou artificialmente o creme, 30 minutos eram suficientes.

Se você quer uma receita simples e rápida o caminho é por ai mesmo. Recomendo inclusive que não deixe os 30 minutos, não vão servir para muita coisa. Simplesmente bata tudo com uma batedeira cuidando para que não ganhe muita consistência. O creme azedo é bem menos consistente se comparado ao chantilly.

Já para a receita original precisamos fermentar este creme de leite. Nesta receita não usamos limão, o azedo será proveniente da fermentação. Como não vamos produzir comercialmente, não faz sentido comprar uma cultura de bactérias específica para fermentação. O que precisamos é conseguir essas bactérias em algum lugar.

Como o creme de leite fresco na verdade não tem nada de fresco, ele foi pasteurizado, ele possui uma concentração muito pequena deste tipo de flora. O normal é usar uma parte do ultimo creme azedo na confecção da nova receita. É assim que se faz com com iogurte caseiro. Se você não tem um pouco do ultimo creme azedo o jeito é conseguir as bactérias em algum outro lugar. O mais barato e simples é em um copo de iogurte natural.

A minha receita de um creme azedo realmente fermentado você encontra aqui.

A primeira receita é muito mais simples e fica pronta em 30 minutos. Uma “mão na roda” quando estamos sem tempo. Eu sugiro que você faça as duas, só assim você vai perceber as diferenças e decidir com propriedade qual usar em cada momento.

Share This Post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE