Background Image
1 0
O original shrimp, chicken and sausage Gumbo

Compartilhe em suas redes sociais:

Ou você pode simplesmente compartilhar a URL

Ingredientes

Quantidade de porções
200g Camarão
200g Peito(s) de frango
100g Linguiça (tipo paio, calabresa, ou uma boa salsicha)
2 colheres para sopa Farinha de trigo
2 colheres para sopa Manteiga
4 colheres para sopa Azeite
200g Quiabo(s)
1 Cebola(s)
3 Dente(s) alho
1 Salsão
2 Pimenta dedo de moça
1 Pimentão
6 Tomate(s) sem pele (sem sementes)
1 colher para sopa Tempero cajun Receita no link à esquerda
1/2 copo Sal (copo tipo americano)

Informação Nutricional

100g
Porção
440
Calorias
29
Proteínas
26
Gorduras
7
Saturadas
0
Trans.
23
Carb.
0
Colesterol
7
Fibras
972
Sódio
0
Açúcar

Marque essa receita

Você precisa fazer login ou se cadastrar para marcar este conteúdo.

O original shrimp, chicken and sausage Gumbo

Tipo:
  • Outros
Cozinha:

Gumbo é um prato original do sul da Louisiana; é uma receita característica das cozinhas Cajun e Creole.
A culinária Cajun e Creole, por sua vez, são fruto da perfeita combinação entre as técnicas francesas de preparo e os melhores dos ingredientes locais. Não é de se surpreender, portanto, que o Gumbo é um prato absolutamente delicioso!

  • 1:20h
  • Porções 4
  • Média dificuldade

Ingredientes

Instruções

Compartilhar

Pequenas diferenças, principalmente nos nomes dos pratos, existem entre as cozinhas Creole e Cajun. Provavelmente o elemento mais forte em ambas é o similar ao nosso refogado básico de alho e cebola conhecido como “A santíssima trindade”. Trata-se de um refogado à base de cebola, pimentão verde e salsão que é a base da maioria dos pratos. Alguns temperos também são quase obrigatórios como a pimenta caiena, a páprica e o tomilho. O Gumbo apresenta-se como um dos pratos mais representativos dessa culinária, portanto prepará-lo é também uma ótima experiência de aprendizagem.

Antes de começar, porém, preciso explicar um detalhe importante dessa receita. Existem 3 formas tradicionais de se engrossar o Gumbo:

  1. Usando um pó chamado Sassafras e também conhecido na Louisiana como “filé”
  2. Usando o tradicional roux francês
  3. Usando o quiabo, melhor dizendo a “baba” de quiabo

Como é impossível encontrar Sassafras no Brasil (na verdade a planta existe, só não é comercial) e a “baba” de quiabo culturalmente é pouco apreciada por aqui, eu normalmente escolho preparar o Gumbo a partir do tradicional roux. Outra razão é que o roux agrega também cor e sabor ao prato. E mesmo usando o roux eu não deixo de acrescentar o quiabo ao prato, isso depois de retirar toda a sua “baba”.

Passos

1
Feito
10 min

Vamos começar preparando os ingredientes, para isso lave os quiabos em água corrente e depois pique-os no sentido do comprimento em pedaços de 1cm. Lave o pimentão e remova as sementes, pique-o em quadrados de 2cm. Pique a pimenta em pedaços bem pequenos e linguiça ou salsicha em pedaços de 2cm.

2
Feito
30

Prepare uma salmoura com 3 litros de água e meio copo americano de sal. Divida a salmoura em duas vasilhas. Em uma delas coloque os camarões (sem casca, cabeça e pernas) e na outra o peito de frango cortado em cubos de 3cm. Deixe-os por 30 minutos na geladeira.

3
Feito
25 min

Existem várias formas de preparar um quiabo sem baba, você pode usar a técnica que mais gosta, porém se tiver uma panela de fritura sem óleo do tipo Actifry eu recomendo usá-la. Para isso simplesmente coloque o quiabo já cortado e uma colher para sopa de azeite, deixe cozinhar por 25 minutos e então reserve para acrescentar ao Gumbo mais tarde.

4
Feito
3 min

Comece preparando o roux, para isso derreta a manteiga em uma panela no fogo baixo, assim que derreter acrescente a farinha. Mexa constantemente até que a farinha fique dourada. No caso do Gumbo, o ideal é um roux bem escuro, quase queimado.

5
Feito
3 min

Acrescente ao roux a cebola, o pimentão picado e uma colher para sopa de mistura caseira de temperos Cajun. Mexa bastante durante 3 minutos.

6
Feito
10 min

Adicione os tomates e 1/2 litro de água à panela, tampe parcialmente e cozinhe por 10 minutos no fogo baixo.

7
Feito
4 min

Vamos agora fritar as carnes separadamente. Comece temperado os cubos de frango com 2 dentes de alho amassados, 1 colher para sopa de azeite e pimenta-do-reino a gosto. Frite em uma frigideira de fundo grosso no fogo alto por 4 minutos e mexa na metade do tempo.

8
Feito
4 min

Na mesma frigideira vamos fritar a linguiça (ou salsicha), espalhe uma colher para sopa de azeite na frigideira e frite a linguiça até ficar dourada. Quando pronta, reserve em outra vasilha com tampa na geladeira.

9
Feito
4 min

Por fim vamos fritar os camarões, tempere-os com 1 dente de alho amassado, 1 colher de sopa de azeite e pimenta-do-reino a gosto. Frite por 2 minutos de cada lado. Quando pronto, reserve em uma vasilha com tampa na geladeira.

10
Feito

Agora vamos adicionar o frango, o camarão, a linguiça e o quiabo ao molho. Mexa bem, aproveite para provar e acertar o sal. Se o molho estiver muito grosso acrescente água aos poucos (1/2 xícara de cada vez). Sirva em seguida.

11
Feito

Mesmo não sendo comum lá na Louisiana, nós sempre comemos o Gumbo com uma boa porção de arroz branco bem soltinho!

Alexandre Litwinski

Ele é um Analista de Sistemas mineiro que passou por uma grande evolução nessa vida! De uma pessoa que simplesmente não gostava de comer (eu não sei como isso é possível) para um talentoso e curioso cozinheiro de mão cheia.

Avaliações da Receita

Ainda não existe avaliaçõe para essa receita, deixe a sua avaliação no formulário abaixo
Nhoque de batata com ragu de carne de porco
anterior
Nhoque de batata com ragu de carne de porco
Pastel de catupiry, o melhor pastel frito do mundo
próximo
Pastel de catupiry, o melhor pastel frito do mundo
Nhoque de batata com ragu de carne de porco
anterior
Nhoque de batata com ragu de carne de porco
Pastel de catupiry, o melhor pastel frito do mundo
próximo
Pastel de catupiry, o melhor pastel frito do mundo

6 Comentários Esconder comentários

Deixe o seu comentário